segunda-feira, 15 de janeiro de 2007

Arganil quando voltamos???



06h45 da manhã toca o despertador. É hoje que lhe dou com a marreta. É Domingo!!
Mas lá me levanto com dificuldade e penso (quando consigo!) " Domingo e já estou de pé a esta hora!?" Vou lavar a cara com água fria, tomo o pequeno-almoço e o meu corpo começa a repor os níveis de energia habituais, e para quê a esta hora da manhã de um Domingo? Porque vou fazer uma das coisas que mais gosto. Andar de bicicleta com os meus amigos e hoje em especial vamos conhecer um novo local, Arganil.
Hora de encontro, 08h00, nas bombas de gasolina de Eiras. Quando chegámos, (os irmãos Ripa e eu) já lá estava o João Elvas, faltavam o Filipe, Zé Carlos, Zé Quim e Miguel. Para não fugir à regra o Filipe atrasou-se.
Chegámos a Arganil já muito perto das noves horas. Montámos as bicicletas. O Ripa teve direito a que lhe remendassem a bicicleta. Não mexeu um dedo, fantástico.
O terreno nesta zona do país tem uma bela característica, é sempre sobe e desce, são muito poucas as zonas planas. Gosto muito do terreno com estas características.
Como é obvio começámos logo a subir por um belo estradão, para aquecer do frio e do nevoeiro que estava. Até aqui tudo normal, um passeio prova como qualquer outro. Mas quando começámos a descer entrámos numa zona de singletrack muito bonita (ver fotos), a partir deste momento começámos a fazer puro BTT. Percorremos um belo singletrack e entrámos numa zona que tínhamos de descer uns muros de xisto com a bike às costas tendo como objectivo chegarmos à Fraga da Pena. Até lá, foi quase sempre em singletrack com escadarias, xisto molhado pelo meio, e a bike sempre às costas. O xisto molhado é terrível. Mas a caminhada teve uma recompensa única. A Fraga da Pena em todo o seu esplendor. Aproveitámos o local para comer qualquer coisa, a hora já ía um pouco adiantada, e o corpo pedia energia para o que nos faltava. Saímos da Fraga da Pena em direcção a Arganil, mas como tudo o que desce também sobe, voltámos a utilizar as mudanças mais leves da bike. Para recompensar o esforço da subida mais uma zona fantástica de singletrack onde parámos para comer umas laranjinhas, que não podiam faltar. A partir daqui encortámos o caminho para Arganil, seguimos por alcatrão. Chegámos a Arganil com 49km nas pernas e já passava das 14h.
Tomámos um banho bem fresquinho, e fomos ao almoço. Tivemos a companhia de uns amigos pescadores.
Para o almoço o Mateus preparou-nos uma bela feijoada. Nem faltou o queijo da serra, e o bolo de aniversário improvisado para um dos pescadores, o Ribeiro. Muitos Parabéns!
Ao Mateus o nosso obrigado, pelo fantástico dia de bike e almoço que nos proporcionou.
MUITO OBRIGADO!
Vou colocar algumas fotos no blog do passeio. Mas não posso colocar tudo. Temos mais de 100 fotos de todo o passeio, estejam atentos nos próximos dias para ver mais algumas fotos.
Zé Quim que empeno!!!
Até breve, e boas pedaladas.

1 comments:

NunoD disse...

E eu que não pude ir :((((